Jornalismo brasileiro independente para estrangeiros

Os jornalistas empreendedores que já encontramos na jornada do Reinventa são motivados por uma fórmula em comum. Com poucas exceções, a maioria decide empreender ao questionar a falta de liberdade na mídia tradicional, os baixos salários, o excesso de trabalho e o pouco ou nenhum reconhecimento. Com Gustavo Ribeiro, não foi diferente. Após passar por revistas como Época e Veja, além de jornais como Correio Braziliense e Folha de São Paulo, o jornalista fundou em fevereiro deste ano seu próprio veículo de comunicação, em conjunto com outros colegas.

A ideia surgiu durante o mestrado em Ciência Política, na França. Enquanto morou fora do país, Gustavo mantinha um blog em francês sobre assuntos ligados ao Brasil. A boa audiência do blog mostrou que os estrangeiros queriam ler mais sobre os brasileiros, algo diferente do que os grandes veículos publicavam. A semente estava plantada. “A perspectiva de voltar para redação no Brasil, ao fim do mestrado, não me agradava muito. Eu estava inquieto, queria fazer algo maior, então percebi que empreender era o caminho”, conta o jornalista.

Fundador do site Plus 55, jornalista Gustavo Ribeiro

Gustavo Ribeiro, jornalista e fundador do Plus 55 Foto:Raphaël Helle

O Plus 55 (em alusão ao código de discagem direta internacional) nasceu em fevereiro de 2016, fruto de muito planejamento e da união de oito sócios. Ainda na França, Gustavo conversou com outros amigos e colegas de profissão aqui no Brasil. Juntos, eles construíram a ideia de um site, em inglês, que ajudasse o público estrangeiro a entender melhor nosso país. “Todos já moraram fora e tiveram a oportunidade de ver como o Brasil é coberto lá fora. É um país cada vez menos fechado e que precisa ser compreendido pelo mundo”.

O portal é dividido em cinco editorias: política, negócios, cultura, esportes e opinião. Mais do que trazer notícias do dia a dia, os artigos fazem uma análise e contextualizam os fatos. Com poucos meses no ar, o Plus 55 tem entre 85 e 100 mil visitas por mês . Além de cinco jornalistas que escrevem e participam da operação diária, a equipe conta com um designer, uma profissional de relações públicas francesa e uma revisora americana.

Site de jornalismo brasileiro para estrangeiros

Hoje, apenas Gustavo é dedicado integralmente ao projeto. Os outros profissionais continuam trabalhando em outros veículos. Antes de monetizar a equipe pretende consolidar melhor a audiência, o que não deve demorar muito. “Nossa estratégia foi começar”, brinca Gustavo. “Precisávamos publicar logo para sentir a aceitação. E estamos bem otimistas. O produto tem agradado ao público e assim que estivermos maiores, queremos contratar alguém para cuidar da parte comercial.”

O jornalista é um grande entusiasta de iniciativas independentes. “Liberdade é uma das razões pelas quais iniciamos o projeto. Queremos escrever coisas nas quais acreditamos”, reforça ele. Com a mídia tradicional em descrédito e uma operação que não se paga mais em grandes estruturas, Gustavo acredita que o jornalismo mais segmentado, de nicho, é uma nova realidade que tem tudo para dar certo.

 

Gostou do conteúdo? Assine nossa lista e receba, em primeira mão, as novidades do Reinventa Jornalista!

About The Author

elainenwzorek

Sou amante de mudanças. Seja pra mudar de país ou pra mudar o lado da cama, estou dentro. Adoro contar histórias e ouvi-las também. Adoro mudar de opinião quando os argumentos me convencem. Amo jornalismo, fotografia, inglês, inspiração, vida e pessoas. Amo Guinness. Amo aprender, sempre!

Comente